Jornal de Pediatria Jornal de Pediatria
J Pediatr (Rio J)2017;93:490-6 DOI: 10.1016/j.jpedp.2017.05.005
Artigo Original
Skinfold reference curves and their use in predicting metabolic syndrome risk in children
Curvas de referência de dobras cutâneas e sua utilização na predição do risco de síndrome metabólica em crianças
Alynne C.R. Andakia,, , Teresa M.B. de Quadrosb, Alex P. Gordiab, Jorge Motac, Adelson L.A. Tinôcod, Edmar L. Mendesa
a Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), Departamento de Ciências do Esporte, Uberaba, MG, Brasil
b Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Centro de Formação de Professores, Cruz das Almas, BA, Brasil
c Universidade do Porto, Faculdade do Desporto, Porto, Portugal
d Universidade Federal de Viçosa (UFV), Departamento de Nutrição e Saúde, Viçosa, MG, Brasil
Recebido 28 Julho 2016, Aceitaram 16 Novembro 2016
Resumo
Objetivos

Desenhar curvas de referência de quatro dobras cutâneas (subescapular, suprailíaca, bíceps, tríceps) e determinar pontos de corte para predizer o risco de SM em crianças de seis a 10 anos.

Métodos

Estudo epidemiológico de base populacional, corte transversal, com amostra probabilística, estratificada por segmento de ensino, com 1.480 crianças de seis a 10 anos idade, 52,2% do sexo feminino, oriundas de escolas públicas e privadas nas zonas urbana e rural do município de Uberaba (MG). Antropometria (dobras cutâneas), pressão arterial e as coletas de sangue em jejum foram feitas em espaço reservado na escola, seguiram protocolos específicos. O método LMS foi usado para desenhar as curvas de referência e análise de curva ROC para determinar a acurácia e os pontos de corte para as dobras cutâneas avaliadas.

Resultados

As quatro DC avaliadas (subescapular, suprailíaca, bíceps e tríceps) e o seu somatório (∑4DC) foram acurados na predição da SM para meninas e meninos. Adicionalmente, pontos de corte foram propostos e curvas percentílicas (p5, p10, p25, p50, p75, p90 e p95) foram delineadas para as quatro DC e o ∑4DC, para ambos os sexos.

Conclusão

Medidas de DC foram acuradas em predizer SM em escolares de seis a 10 anos. As curvas percentílicas de DC desenhadas por idade e sexo fornecem referência na detecção do risco de SM em crianças.

Abstract
Objectives

To draw skinfold (SF) reference curves (subscapular, suprailiac, biceps, triceps) and to determine SF cutoff points for predicting the risk of metabolic syndrome (MetS) in children aged 6–10 years old.

Methods

This was a cross‐sectional study with a random sample of 1480 children aged 6–10 years old, 52.2% females, from public and private schools located in the urban and rural areas of the municipality of Uberaba (MG). Anthropometry, blood pressure, and fasting blood samples were taken at school, following specific protocols. The LMS method was used to draw the reference curves and ROC curve analysis to determine the accuracy and cutoff points for the evaluated skinfolds.

Results

The four SF evaluated (subscapular, suprailiac, biceps, and triceps) and their sum (∑4SF) were accurate in predicting MetS for both girls and boys. Additionally, cutoffs have been proposed and percentile curves (p5, p10, p25, p50, p75, p90, and p95) were outlined for the four SF and ∑4SF, for both genders.

Conclusion

SF measurements were accurate in predicting metabolic syndrome in children aged 6–10 years old. Age‐ and gender‐specific smoothed percentiles curves of SF provide a reference for the detection of risk for MetS in children.

Keywords
Anthropometry, Metabolic syndrome X, Cross‐sectional studies, Child
Palavras‐chave
Antropometria, Síndrome X, Estudos de corte transversal, Crianças
J Pediatr (Rio J)2017;93:490-6 DOI: 10.1016/j.jpedp.2017.05.005