Jornal de Pediatria Jornal de Pediatria
J Pediatr (Rio J)2017;93:428-35 DOI: 10.1016/j.jpedp.2017.02.009
Artigo Original
Comparison of body composition and adipokine levels between thin and normal‐weight prepubertal children
Comparação da composição corporal e dos níveis de adipocina entre crianças pré‐púberes magras e com peso normal
Jadwiga Ambroszkiewicza,, , Joanna Gajewskaa, Katarzyna Szamotulskab, Grażyna Rowickac, Witold Klemarczykc, Magdalena Chełchowskaa
a Institute of Mother and Child, Screening Department, Varsóvia, Polônia
b Institute of Mother and Child, Department of Epidemiology and Biostatistics, Varsóvia, Polônia
c Institute of Mother and Child, Department of Nutrition, Varsóvia, Polônia
Recebido 24 Junho 2016, Aceitaram 08 Novembro 2016
Resumo
Objetivo

A magreza pode ter consequências substanciais para o desenvolvimento e a saúde das crianças. As adipocinas, inclusive a leptina e a adiponectina, desempenham um papel significativo na regulação de importantes funções metabólicas. O objetivo do estudo foi investigar as associações entre a composição corporal e os níveis séricos de leptina e adiponectina em crianças magras e com peso normal.

Métodos

Examinamos 100 crianças pré‐púberes saudáveis, divididas em dois subgrupos: crianças magras (n=50) e com peso normal (n=50). A composição corporal foi avaliada pelo método de absorciometria de dupla energia de raios X. As concentrações séricas das adipocinas foram determinadas por ensaios imunoenzimáticos.

Resultados

As crianças magras apresentaram altura semelhante, porém peso corporal (p<0,0001), índice de massa corporal (IMC), massa gorda, massa magra e conteúdo mineral ósseo (CMO) significativamente menores em comparação com crianças com peso normal. As concentrações séricas de leptina foram aproximadamente duas vezes mais baixas (p<0,0001) em indivíduos magros do que em crianças com peso normal. Os níveis séricos de adiponectina total, multímeros de adiponectina e receptor de leptina solúvel (sOB‐R) foram semelhantes em ambos os grupos. Os índices de leptina/sOB‐R e leptina/adiponectina foram inferiores (p<0,0001) em crianças magras do que crianças com peso normal. Em ambos os grupos de crianças descobrimos que os parâmetros de composição corporal estavam positivamente relacionados à leptina, porém não aos níveis de adiponectina. Além disso, observamos que o CMO estava positivamente relacionado ao IMC, à massa gorda, à massa magra e ao nível de leptina em crianças magras e com peso normal.

Conclusões

As crianças pré‐púberes magras têm alterações na composição corporal e no perfil de adipocinas. O reconhecimento precoce da magreza e a determinação dos parâmetros de composição corporal e dos níveis de adipocina podem ser úteis no cuidado médico e nutricional de crianças magras para aprimoramento do acúmulo mineral ósseo.

Abstract
Objective

Thinness can have substantial consequences for child development and health. Adipokines, including leptin and adiponectin, play a significant role in the regulation of important metabolic functions. The aim of this study was to investigate associations between body composition and serum leptin and adiponectin levels in thin and normal‐weight children.

Methods

The authors examined 100 healthy prepubertal children, who were divided into two subgroups: thin (n=50) and normal‐weight children (n=50). Body composition was assessed by dual‐energy X‐ray absorptiometry. Serum concentrations of adipokines were determined by immunoenzymatic assays.

Results

Thin children had a similar body height but significantly lower (p<0.0001) body weight, body mass index, fat mass, lean mass, and bone mineral content compared with normal‐weight children. Serum concentrations of leptin were about 2‐fold lower (p<0.0001) in thin vs. normal‐weight subjects. Serum levels of total adiponectin, adiponectin multimers, and soluble leptin receptor (sOB‐R) were similar in both groups. The leptin/soluble leptin receptor ratio and leptin/adiponectin ratios were lower (p<0.0001) in thin vs. normal‐weight children. In both groups of children, it was found that body composition parameters were positively related with leptin but not with adiponectin levels. Additionally, bone mineral content was positively related with body mass index, fat mass, lean mass, and leptin level in thin and normal‐weight children.

Conclusions

Prepubertal thin children have disturbances in body composition and adipokine profile. Early recognition of thinness and determination of body composition parameters and adipokine levels can be useful in medical and nutritional care of thin children for the optimization of bone mineral accrual.

Keywords
Leptin, Adipomectin, Body composition, Thinness, Children
Palavras‐chave
Leptina, Adiponectina, Composição corporal, Magreza, Crianças
J Pediatr (Rio J)2017;93:428-35 DOI: 10.1016/j.jpedp.2017.02.009