Compartilhar
Publique nesta revista
Informação da revista
Vol. 94. Núm. 2.Março - Abril 2018
Páginas 101-220
Compartilhar
Compartilhar
Baixar PDF
Mais opções do artigo
Vol. 94. Núm. 2.Março - Abril 2018
Páginas 101-220
Erratum
DOI: 10.1016/j.jpedp.2018.02.001
Erratum on “A short form of the neonatal intensive care unit family needs inventory”
Errata de “Versão curta do inventário de necessidades da família na unidade de cuidados intensivos neonatais”
Visitas
224
Elisabete Alvesa,*, Milton Severoa,b, Mariana Amorima,c, Catarina Granded, Susana Silvaa
a EPiUnit, Instituto de Saúde Pública, Universidade do Porto, Porto, Portugal
b Departamento de Epidemiologia Clínica, Medicina Preditiva e Saúde Pública, Faculdade de Medicina, Universidade do Porto, Porto, Portugal
c Programa de Doutorado em Saúde Pública Global, Instituto de Saúde Pública, Universidade do Porto, Porto, Portugal
d Faculdade de Psicologia e Ciências da Educac¸ão, Universidade do Porto, Porto, Portugal
Conteúdo relacionado
J Pediatr (Rio J) 2016;92:73-8010.1016/j.jpedp.2015.10.003
Elisabete Alves, Milton Severo, Mariana Amorim, Catarina Grande, Susana Silva
Este item recebeu
224
Visitas
Informação do artigo
Texto Completo
Baixar PDF
Estatísticas
Tabelas (2)
Tabela 1.
Tabela 2.
Mostrar maisMostrar menos
Texto Completo

No artigo “A short form of the neonatal intensive care unit family needs inventory”, publicado no J Pediatr (Rio J). 2016;92(1):73-80, considere as seguintes correções:

Na página 75, na seção “Amostra e recrutamento”, onde lê-se:

“Dentre os 126 casais elegíveis, 122 (98,6%) concordaram em participar”.

Leia-se

“Dentre os 126 casais elegíveis, 122 (96,8%) concordaram em participar”.

table 1, table 2

  Total
n (%) 
Necessidades dos pais
Média (DP) 
Necessidades do bebê
Média (DP) 
Geral    3,5 (2,6)    8,6 (2,7)   
Sexo
Feminino  120 (56,9)  3,7 (2,6)    8,8 (2,7)   
Masculino  91 (43,1)  3,3 (2,4)  0,239  8,3 (2,7)  0,230 
Idade (anos)
< 35  148 (70,1)  3,3 (2,3)    8,5 (2,6)   
≥ 35  63 (29,9)  4,1 (3,0)  0,037  8,8 (2,9)  0,516 
Escolaridade (anos)
< 9  78 (37,0)  4,3 (2,5)    8,7 (2,9)   
≥ 9  133 (63,0)  3,1 (2,5)  < 0,001  8,5 (2,6)  0,600 
Renda familiar mensal (€)
≤ 1000  72 (34,6)  3,9 (2,6)    8,4 (3,0)   
> 1000  136 (65,4)  3,4 (2,6)  0,149  8,7 (2,6)  0,518 
Gravidade
117 (55,5)  3,7 (2,6)    8,8 (2,6)   
≥ 1  94 (44,5)  3,4 (2,5)  0,446  8,2 (2,9)  0,111 
Complicações na gravideza
Sim  90 (42,7)  3,4 (2,7)    8,3 (2,6)   
Não  121 (57,4)  3,6 (2,5)  0,530  8,8 (2,9)  0,256 
Gravidez múltipla
Sim  50 (23,7)  4,0 (2,6)    9,4 (2,8)   
Não  161 (76,3)  3,4 (2,5)  0,117  8,3 (2,7)  0,024 
Parto extremamente prematurob
Sim  45 (21,3)  3,5 (2,8)    8,4 (3,0)   
Não  166 (78,7)  3,6 (2,5)  0,943  8,6 (2,7)  0,692 
Parto com extremo baixo peso ao nascerc
Sim  63 (29,9)  3,3 (2,5)    8,4 (2,6)   
Não  148 (70,1)  3,6 (2,6)  0,375  8,6 (2,8)  0,547 

Leia-se

  Total
n (%) 
Necessidades dos pais
Média (DP) 
Necessidades do bebê
Média (DP) 
Geral    3,5 (2,6)    8,6 (2,7)   
Sexo
Feminino  120 (56,9)  3,7 (2,6)    8,8 (2,7)   
Masculino  91 (43,1)  3,3 (2,4)  0,239  8,3 (2,7)  0,230 
Idade (anos)
< 35  148 (70,1)  3,3 (2,3)    8,5 (2,6)   
≥ 35  63 (29,9)  4,1 (3,0)  0,037  8,8 (2,9)  0,516 
Escolaridade (anos)
≤ 9  78 (37,0)  4,3 (2,5)    8,7 (2,9)   
> 9  133 (63,0)  3,1 (2,5)  < 0,001  8,5 (2,6)  0,600 
Renda familiar mensal (€)
≤ 1000  72 (34,6)  3,9 (2,6)    8,4 (3,0)   
> 1000  136 (65,4)  3,4 (2,6)  0,149  8,7 (2,6)  0,518 
Gravidade
117 (55,5)  3,7 (2,6)    8,8 (2,6)   
≥ 1  94 (44,5)  3,4 (2,5)  0,446  8,2 (2,9)  0,111 
Complicações na gravideza
Sim  90 (42,7)  3,4 (2,7)    8,3 (2,9)   
Não  121 (57,4)  3,6 (2,5)  0,530  8,8 (2,6)  0,256 
Gravidez múltipla
Sim  50 (23,7)  4,0 (2,6)    9,4 (2,8)   
Não  161 (76,3)  3,4 (2,5)  0,117  8,3 (2,7)  0,024 
Parto extremamente prematurob
Sim  45 (21,3)  3,5 (2,8)    8,4 (3,0)   
Não  166 (78,7)  3,6 (2,5)  0,943  8,6 (2,7)  0,692 
Parto com extremo baixo peso ao nascerc
Sim  63 (29,9)  3,3 (2,5)    8,4 (2,6)   
Não  148 (70,1)  3,6 (2,6)  0,375  8,6 (2,8)  0,547 

Na página 77, na seção “Versão Curta do Inventário de Necessidades da Família na UCIN”, onde lê-se:

“Os pais de neonatos internados em UCINs classificaram, em média, a subescala de necessidades do bebê como mais importante do que a de necessidades dos pais (média (DP): 8,6 (2,4) [faixa: 0-12]; 3,5 (2,6) [faixa:0-10], respectivamente).”

Leia-se

“Os pais de neonatos internados em UCINs classificaram, em média, a subescala de necessidades do bebê como mais importante do que a de necessidades dos pais (média (DP): 8,6 (2,7) [faixa: 0-12]; 3,5 (2,6) [faixa:0-10], respectivamente).”

Na página 76, na tabela 1, onde lê-se:

Como citar este artigo: Alves E, Severo M, Amorim M, Grande C, Silva S. Erratum on “A short form of the neonatal intensive care unit family needs inventory”. J Pediatr (Rio J). 2018;94:216–218.

Idiomas
Jornal de Pediatria

Receba nossa Newsletter

Opções de artigo
Ferramentas
Política de cookies
Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.

Você é um profissional de saúde habilitado a prescrever ou dispensar medicamentos?